O bom filho à casa retorna!

terça-feira, 27 de maio de 2014

O que fazer quando não se tem tempo pra aquilo que gostamos? Ou, melhor dizendo, o que fazer quando deixamos de ter prazer no que fazemos? É simples: nos afastamos e pedimos ao tempo que ele se encarregue de trazer a saudade e a restauração do vigor na hora certa. Aí voltamos com toda vontade e saudosos. Que delícia!

Após um ano sem postar, mas com a certeza de que o retorno seria inevitável, retorno fazendo um breve resumo do que fiz de lá pra cá: a minha empresa de confeitaria criativa Cookorote ganhou vida! Tenho trabalhado tanto que o tempo restante tem sido unicamente reservado ao descanso, cuidados com a casa e a família (não necessariamente nesta ordem); comecei a estudar e escrever coisas e dicas para as mulheres, com o intuito de catalogar tudinho e poder abençoar outras mulheres que, como eu, sofrem por falta de orientação em tantos aspectos; ampliamos a nossa casa e fizemos uma área de lazer legal pra receber os amigos; tenho estudado e experimentado receitas novinhas (estou doida pra compartilhar!!!!); fiz tantas festas personalizadas quanto pude agarrar com os braços e pernas, encomendadas ou próprias, que também desejo mostrar a vocês.

Para começar, vou falar um pouquinho da minha marca. Nome é coisa difícil de se pensar, ainda mais se pensando em ramos de atividade. Quase tudo na confeitaria tem sweet, cook, lover, cake e choco no nome. Os meus produtos, que de regionais não têm nada, não eram exceção - whoopies, cupcakes, cakepops, fudges e tantos outros. Nenhum nome tinha raiz brasileira, muito menos nordestina. Só que não queria algo comum. Foi aí que a minha veia cômica entrou em ação - cookorote. Cocorote, pra quem não sabe, é uma bolacha doce e seca típica do Nordeste, de origem cearense, cujo gosto peculiar de fubá a tornou famosa. Vou dizer que é um trocinho sem nenhum atrativo estético, rústico, simples, mas que tem gostinho de "quero mais", principalmente se acompanhado de um cafezinho. Então, aglutinei o nome "cook" - que dá um ar mais sofisticado e que combina com a proposta da confeitaria - ao cocorote e consegui um nomezinho super diferente e divertido. E assim foi!


Só que aí faltava fazer a identidade visual. Tinha que ser linda, alegre, apetitosa e...tinha que ser feita por Kátia Bonfadini. Ela sempre me fascinou com seus desenhos com traços próprios, lúdicos e vivazes. Não poderia ser outra pessoa!!!!! Após alguns ajustes e inúmeras conversas via email, finalmente chegamos aonde eu queria. Fiquei muito feliz com o resultado, carinho e cuidado despendidos nesse projeto por parte da Kátia. Muito fofa e prestativa sempreeeeee!!! Obrigada, flor!

Inclusive, ela postou uma matéria sobre todo o processo de criação da marca no blog dela. Clique aqui pra acessar a página. Vale a pena conferir e aprender um pouco sobre como uma marca é criada. Os elementos que seguem abaixo são exemplos de como a marca apareceria em alguns tipos de embalagens e outdoors. Não fica chique??? kkkkk



Por hoje é só.

Beijos

2 comentários:

Manu Lima 27 de maio de 2014 22:43  

Que saudades...
Parabéns por tudo admiro vc!
Deus abençoe e tudo bom :)

Educação no Lar 1 de abril de 2017 17:56  
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Oiê!!! Que bom você ter aparecido. Sente pra tomar um cafezinho e aproveite pra deixar um recadinho pra mim. Gosto muito!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Back to TOP