Scrapando

sábado, 16 de julho de 2011

Hello, people!

Hoje acordei com vontade de compartilhar alguns projetos de scrapbook com vocês. Pára, pára tudo! Mas o que é esse tal de scrapbook?

Scrap em inglês significa recortar e book quer dizer livro (sou uma gênia!), hahaha. Então, scrapbook quer dizer livro de recortes. Há muuuuuuuuuito tempo atrás, os primeiros trabalhos com scrapbook eram feitos com pedaços de tecidos e papéis decorados, quando as pessoas anotavam viagens feitas, espetáculos assistidos e outros fatos relevantes. Para dar mais vida a esses registros, ilustravam com tickets, papéis, tecidos, rótulos e o que mais encontravam e queriam deixar como lembranças.

A diferença entre os primeiros álbuns de scrapbook e os de hoje são as fotos. Atualmente as fotografias são os elementos principais de um álbum, ao contrário do que foi um dia. Os textos e enfeites tornaram-se complementos do cenário da foto. Essa arte é amplamente utilizada atualmente, tendo ganho espaço até mesmo entre os modelos virtuais ou programas em que somente se encaixam as fotos. Mas, particularmente, nada é melhor do que criar a própria página com as mãos. É bom demais!

Imagine-se viajando para um lugar extraordinário, onde você comeu em vários restaurantes diferentes, assistiu a espetáculos, visitou museu ou simplesmente foi a um bosque e tomou aquele sorvete cujo sabor de tão maravilhoso parece que ficará para sempre em suas papilas gustativas. Visualizou? Certo. E quantas coisinhas (papeis, guardanapos, cartões, tickets e, claro, fotos) você acha que acumulou nesse processo? Várias. E que frases você gostaria de colocar na foto para transmitir os sentimentos daquelas visitas? Agora imagine juntando tudo isso em uma ou várias folhas de scrap que revelem o quanto sua viagem foi inesquecível. Ah, e sem ter que explicar tudo para todo mundo que vê as fotos.

Gente, somos um bombardeio de emoções e pensamentos, pois Deus nos fez assim mesmo: únicos. E exatamente por causa do princípio da individualidade criado pelo Pai é que temos a necessidade de tornar tantas coisas igualmente únicas. Ele nos dotou também de criatividade (mesmo que você acredite que não a tenha), então deixe de preguiça e faça seu primeiro projeto com scrap agora. Para inspirá-la, vou mostrar 2 projetos que compõem o mural de fotos lá de casa.


Este foi presente da minha tia Tata para Samara. Ela se inspirou em fazer uma árvore genealógica depois que dei a ela uma foto de Samara subindo numa árvore quando estávamos no L’Abri Brasil, em Minas. Daí, com ajuda de um furador em formato de folha foi fácil cortar as folhinhas em três tons de verde que compuseram a árvore. Dá pra ver a profundidade das folhas? Umas estão mais baixas e outras mais altas (graças à fita banana, que tem dupla face e alto relevo).


Ela concluiu o tronco cortando manualmente o papel marrom. Fazer a árvore pregando cada folhinha foi trabalho grande, mas nada impossível para a Super Tia Tata. Já as borboletas ela fez com um furador especial, que dá efeito bidimensional porque corta-se na cor escolhida por cima e outra cor mais neutra por baixo, dando efeito de sombra. Fica lindo, né?


Os detalhes dos jabutis (feitos em homenagem a Linda, o jabuti de Samara) foram feitos com um furador menor e o jabuti maior já era do acervo de figuras da minha tia. Ela imprimiu a palavra “My Heritage” e os nomes dos pais - eu e Paulo - e dos 4 avós – Adauto, Vera, Dóris e Adão -, que são lindos e maravilhosos. Não ficou uma graça? Presente único, feito com muito carinho e dedicação, que será guardado por toda a vida. Obrigada, tia!


O outro projeto fui eu que fiz. Com a ajuda de um programa para configurar e imprimir as fotos (PhotoScape), montei um mosaico fotográfico de 20X20 cm, cortei-o e coloquei papel com poá no fundo. O mesmo tema foi usado no fundo do quadro, mas com cor diferente para acentuar. O rasgado de fundo no nome “Family” é feito a mão. Fica um efeito bonito e envelhecido (pode até ficar mais envelhecido se você usar carimbeira ou pastel pra fazer as bordas, pintando-as com suavidade).


O detalhe simpático ficou por conta da fita com botões na ponta e o laço colorido ao lado da foto maior. São detalhes que fazem toda a diferença! Aliás, é sempre importante ter um detalhe que salte às fotos - como frase, figura, laço, tag ou objeto. Só não exagere nos detalhes, tá?


Ah, um ponto muito importante a ser lembrado é que você SEMPRE deve comprar papel livre de ácido (oil free) para fazer scrap, pois o papel comum danifica a foto com o tempo, ok?




Os outros projetos de scrap já prontos eu ainda não pendurei por falta de tempo ($$$$$$$$) de comprar os quadros. Mas, com paciência, um dia essa parede estará recheada de boas lembranças. Amém!


Sei que não mostrei PAP e isso deixa um gostinho de "quero mais", mas esses scraps eu já tinha há muuuuuito tempo, quando nem sonhava em ser blogueira. Os próximos certamente serão explicados tim-tim-por-tim-tim, ok?

Espero que tenham gostado. Mas, se gostou ou não, deixe um recadinho aqui embaixo pra mim que eu gostxo muitxo. Dêxa, vai! :D

Beijos!










8 comentários:

charlla,  16 de julho de 2011 10:25  

...seus achados nos encantam............

Eva 16 de julho de 2011 19:36  

Adda que maravilha esse post, amei tudo, bjinhos flor, um lindo findi para vc.

Jôse Lopes - 17 de julho de 2011 14:16  

Olá! por acaso encontrei seu blog, amei o post, gosto muito de artes de qualquer natureza. Mas na verdade só de saber que és potiguar, já me sentí íntima e quis comentar rsrsr sou da longínqua cidade de Apodi, mas moro em Maceio. Amo meu RN queriiiido! Beijokas.
Caso queira visite-me aqui:
http://artesetrapos.blogspot.com/
http://contoserimas.blogspot.com/.

Leni 17 de julho de 2011 18:12  

Olá Adda!!!

Lindos esses "quadros scrap" se assim pode chamar.....eu to querendo me aventurar em fazer um scrapbook pro niver da minha mãe, para os convidados deixarem uma mensagem e depois colarmos umas fotinhas da festa, mais não faço a menor idéia de como começar....rs
beijokas!!!
boa semana!!!

Adda Ritzel 17 de julho de 2011 18:28  

Obrigada pelo carinho, gente!
Leni, quanto à festa da sua mãe, é interessante que os convidados escrevam em outro lugar, como um banner com a foto dela (vc viu o post sobre o niver de Paulo?). Para fazer o scrap, que é mais fino, é interessante que seja mais "limpo" visualmente, entende? Vc pode também recolher os recadinhos dos convidados em tags. Cada um escreve em sua tag (que deverá ter as cores da festa), e aí depois vc monta um hiper (kkk) quadro de scrap, com várias fotos. Dá certo!
Qualquer coisa, estarei por aqui pra lhe ajudar.
Beijos.

Leni 17 de julho de 2011 23:13  

Valew pela dica.....gostei da idéia dos tags e depois usá-los pra montar o quadro junto com as fotos da festa...nada como falar com quem entende do assunto neh....kkkk
Vou olhar o post que vc citou.....
que material usa de base para o quadro?
brigaduuu!!!
beijokas!

Adda Ritzel 20 de julho de 2011 21:02  

Oi, Leni!
Sugiro que vc junte várias folhas de scrap até dar o tamanho esperado ou use cartolina (oil free) como base para construir o projeto, o que é bom porque não aparece nenhum remendo. Depois de finalizado, vc manda emoldurar na cor e modelo que quiser, que fica show.
Explore bastante as alturas com o uso da fita banana, acabamentos nas tags com fitas coloridas e tons condizentes às predileções da homenageada. Tenho certeza que, com sua imensa criatividade, vai ficar muito bom.
Beijos.

Καλλιόπη . . . 20 de agosto de 2011 10:11  

Menina... fiquei tão feliz que tu passou lá no blog, porque só então eu conheci o seu e amei tudo que vi aqui! Você é mesmo uma artista de plantão! Adorei esses trabalhos com Scrapbook... essa menina na árvore ficou "uma coisa"!!
Bem-vinda ao meu blog e espero que eu também seja bem vinda aqui, porque cheguei pra ficar... Teu blog além de ser bom é lindo! ^^
Bjusssssss

Postar um comentário

Oiê!!! Que bom você ter aparecido. Sente pra tomar um cafezinho e aproveite pra deixar um recadinho pra mim. Gosto muito!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Back to TOP