Biscoitinho de Gertrudes

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011


Olhem! Tenho que reconhecer que a terapia funciona, pois minha amiga psicóloga Márcia Toscano conseguiu dar jeito nos traumas de Gertrudes e em tempo relâmpago. Recomendo-a para todos!

Pedi a Gertrudes que começasse a demonstrar seus gostosos biscoitos, pois Samara já havia me pedido para levá-los para a escola e compartilhar com seus coleguinhas de turma. Ainda bem que minha fofinha Gertrudes topou, apesar de às vezes ser meio “do contra”. Então, declaro abertos os trabalhos culinarísticos de Gertrudes a partir de hoje. Que rufem os tambores!!!!


O biscoito escolhido pela nossa chef vem de um livro muito legal que comprei pela net quando estava internada no hospital em virtude das cirurgias no joelho, mais propriamente entre a 2ª e a 3ª, ok? Vixe, esse livro é um prato cheio para quem gosta de cozinhar coisas doces, uhuhuhu! O nome do danado é Cozinha passo a passo: confeitaria, da editora Larousse. Se possível, comprem.

Receita de biscoito recheado
Ingredientes

Para a massa:
140 g de farinha de trigo (iiiihhhh! Nunquinha! Pode crer que vai quase o triplo)
110 g de manteiga em temperatura ambiente
75 g de açúcar refinado
3 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro
1 gema de ovo em temperatura ambiente
1 colher de sobremesa de essência de baunilha
1 colher de sopa bem cheia de cacau em pó
30 g de chocolate (fala sério! Pode pôr 50 g que não ofende.)

Para a ganache (se quiser, mas eu prefiro ele “purinho”):
35 g de creme de leite fresco sem soro
115 g de chocolate branco

Em um recipiente, misture a farinha, o sal e o cacau peneirado. Cabe aqui uma dica: SEMPRE peneire a farinha de trigo, pois você não tem ideia do que pode ter escondido dentro dela. Vai por mim!

Em outro recipiente, misture o açúcar refinado e o açúcar de confeiteiro peneirado. Derreta o chocolate em fogo brando. Sugiro que derreta no forno microondas em potência média (50%) durante 2 minutos, parando na metade do tempo para mexer o chocolate. É mais prático!

Bata a manteiga na batedeira em uma tigela grande. Junte o açúcar e o açúcar de confeiteiro e bata por mais uns minutinhos, até que a mistura fique aerada.

Raspe as bordas da tigela com a ajuda de um pão-duro (isso não é nem homem “amarrado” no dinheiro nem pão envelhecido. É uma espátula achatada, de formato retangular, que usamos para tirar os ingredientes espalhados pelos cantos da tigela). Junte a gema, a baunilha e o chocolate derretido. Bata até que os ingredientes estejam bem incorporados.

Sugiro que agora você retire a batedeira de cena, pois é muito bom colocar a mão na massa. Ou as asas, no caso. Além do mais, lembra no começo que eu disse que a farinha não era suficiente? Pois bem, você vai ter que misturar a massa já preparada aos ingredientes secos e depois acrescentar farinha de trigo aos poucos até que a massa solte das mãos e fique brilhosa.


Vocês viram a sujeira que Gertrudes faz? Melou-se toda de farinha e também tudo ao redor. Se não fosse eu para ajudá-la...


Coloque a massa sobre uma tábua de cozinha e modele-a em forma cilíndrica com aproximadamente 15 cm de comprimento.

Role essa massa para deixá-la mais regular, enrole em filme plástico e guarde-a por 1 hora e 30 minutos (e, no máximo, por 3 horas) na geladeira.

Segundo Gertrudes, isso é muito importante, pois como a farinha tem glúten precisa de um tempinho para que dê “liga” e a geladeira também tem o papel de endurecer um pouco a manteiga contida na massa e dar a consistência desejada para logo mais, certo? Sábia Gertrudes!


Depois de esperar o tempo indicado vou logo pegar a massa na geladeira, pois Gertrudes já está cacarejando no pé do meu ouvido reclamando da hora. Bom, preaqueça o forno a 165oC. Cubra duas placas de confeiteiro com papel-manteiga. Depois de tirar a massa da geladeira, coloque-a sobre uma tábua de corte. Retire o filme plástico e corte-a em fatias bem finas (3 mm).Vou ter que falar que Gertrudes cortou mais grossa, porque muito fina a massa esfarelava. Também você poderá rolar um pouco mais a massa antes de tirar do filme plástico para que ela fique mais unida. O que esfarelar mesmo você faz na mão, fazendo uma bolinha e achatando-a. Distribua as fatias sobre a placa e deixe assar por 12 minutos de cada lado. Está pronto!


Para quem gosta de rechear os biscoitos, a ganache é feita derretendo o chocolate branco em fogo bem baixo (ou como já ensinei acima - no microondas), adicione o creme de leite fresco, misture e deixe esfriar por aproximadamente 15 minutos em temperatura ambiente. Coloque metade dos biscoitos sobre uma placa e recheie-os com uma colher de chá de ganache. Cubra com o restante dos biscoitos e pressione delicadamente para que a ganache espalhe e fique visível nas bordas. Ponha os biscoitos em um pote e deixe-os na geladeira por, pelo menos, 30 minutos antes de consumi-los, para que a ganache tenha tempo de endurecer.


Gente, esses biscoitos acompanhados de um cafezinho são ma-ra-vi-lho-sos! E de uma boa conversa, então, vixiiiiiiiii. Aproveitem e depois nos mandem um feedback se gostaram ou não.

Olha Gertrudes orgulhosa da sua “cria”. Obrigada, Gertrudes! Beijos e até a próxima!


2 comentários:

Líviany Moura 23 de abril de 2011 19:06  

Adorei a pitada de humor da Gertrudes!

Parabéns pelo blog menina, você é muito criativa!!!

livianymoura.blogspot.com
docesucre.blogspot.com

Adda Ritzel 23 de abril de 2011 21:50  

Oi, Líviany!

Agradeço os elogios. Seja bem vinda ao blog, viu? Gertrudes ainda aprontará muuuuuito. kkkkk

Beijos,
Adda

Postar um comentário

Oiê!!! Que bom você ter aparecido. Sente pra tomar um cafezinho e aproveite pra deixar um recadinho pra mim. Gosto muito!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Back to TOP